Conselho local de saúde: espaço que dá voz para a comunidade

-

Com cerca de um ano e meio de existência, o Conselho local de Saúde ESF II, do bairro Coronel Brito, já contabiliza inúmeras conquistas e mobilizações. Segundo a coordenadora da entidade, a agente comunitária de saúde Raquel Inês Henckes Servergnini, a comissão local, como eles chamam, se tornou um espaço para ouvir as demandas dos usuários do posto de saúde e, por meio de mobilizações, buscar maneiras de atendê-las.

“Nossas reuniões são abertas para a participação da comunidade. Através da comissão temos mais força para conseguirmos o atendimento das nossas reivindicações”, observa. De acordo com Raquel, a comissão local já realizou importantes intervenções durante sua existência e comemora os resultados dos pedidos.

Como exemplo ela cita o envio de ofícios solicitando médico para atuar 40 horas no posto de saúde; atendimento odontológico; e a estruturação de uma sala de vacina no local. Além disso, ela ainda menciona outras ações desenvolvidas em parceria com os moradores, como a criação de uma horta comunitária e de um relógio de chás.

A médica Ana Amélia Maciel, que atende na ESF II do bairro Coronel Brito destaca que o conselho local é uma importante maneira de dar encaminhamentos para as solicitações dos moradores. “É o espaço adequado para as queixas e demandas”, acrescenta. Raquel e a coordenadora adjunta do conselho local da ESF II representam a entidade no Conselho Municipal de Saúde.

FUNÇÕES 

Coordenadora: Raquel Inês Henckes Servergnini (agente comunitária de saúde)
Coordenadora adjunta: Lurdes Fátima Dal’Bosco dos Santos (usuário do posto de saúde)
Secretária: Patrícia Anelise da Silva (enfermeira-chefe no posto de saúde)

*A comissão local do bairro Coronel Brito é formada por representantes de usuários e servidores da ESF e por nomes indicados pela Gestão.

PALESTRA 

Nessa quarta-feira, a comissão organizou uma reunião para falar sobre violência doméstica. O tema foi uma sugestão do secretário municipal de Segurança Pública, Dário Martins. A atividade era aberta para a participação da comunidade e contou com a presença da capitão da 3ª Companhia da Brigada Militar, Michele da Silva Vargas. A ideia do grupo é realizar outras ações como essas para abordar diferentes temas de interesse dos moradores do bairro. As reuniões da comissão local ocorrem na última quarta-feira do mês.

Na quarta-feira, o grupo organizou uma reunião para falar sobre violência doméstica, que contou com a participação da capitão Michele (Foto: Divulgação)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes