Glaci Maria Ferreira e Eleno Borre tem na criação de cabras, um dos seus hobbys; (Foto: Edemar Etges/Folha do Mate)

Em muitas propriedades rurais, aos poucos, estão se perdendo algumas tradições e as famílias criam animais somente para a subsistência (alimentação) com destaque para os bovinos de corte e de leite, suínos (carne) e frangos (carne e ovos). Porém, outras diversificam e investem na criação de pequenos animais como coelhos, patos, marrecos, gansos, faisões, angolistas, perus, pavões, cabras, ovelhas, entre outros. Muitos com dupla aptidão – hobby e alimentação humana, mantendo assim, a tradição das propriedades, iniciada pelos antepassados.

Morador da entrada de Vila Arlindo, o casal Elenor Borre e Glaci Maria Ferreira, tem na criação de cabras um das atividades, que é aliada a outros animais e com dupla aptidão: carne e leite. No momento, o plantel soma 20 exemplares das raças Anglo Nubiano, meio sangue Boer e Saanen. Borre iniciou a criação há dez anos e antes disso, por diversos anos, criou ovelhas.

A criação de cabras é uma das diversificações da propriedade de Borre, que tem no tabaco a principal cultura e fonte de renda. O produtor salienta que a cabra, apesar de ser um animal rústico, é dócil e de fácil manejo, pois não exige muitos cuidados e a alimentação é a base de pasto verde do potreiro, complementada com milho e casca de soja. “A cabra é uma aliada do produtor para manter o campo limpo”, afirma.


“A cabra é um animal típico para a pequena propriedade, pois tem dupla aptidão: carne e leite.”

ELENOR BORRE – Agricultor familiar


Borre acentua que ela é indicada como alternativa de diversificação de criação para a pequena propriedade. “Não precisa de muita área, necessitando somente de algumas instalações para abriga-las à noite e os cuidados necessários para ter sucesso na criação.”

NASCIMENTOS 

Borre confirma que em cada nascimento, as fêmeas geralmente parem dois filhotes e que não é tão raro o nascimento de trigêmeos e até de quadrigêmeos.

LEIA MAIS: Chico, um companheiro na vida e no trabalho

CARACTERÍSTICAS

O site www.cpt.com.br apresenta algumas das principais características das três raças criadas por Borre.

  • Anglo Nubiana – É extremamente rústica, adaptando-se bem ao ambiente tropical, inclusive para a criação a pasto. Possui todas as variedades de pelagem, com pelos curtos e brilhantes, pele solta, predominando a cor escura. O corpo é longo, profundo e bem conformado, bastante musculoso e conta, ainda, com um peito amplo, uma linha dorso-lombar retilínea e larga, e costelas bem arqueadas.
  • Boer – É uma raça resultante do cruzamento de cabras indígenas africanas com animais de origem europeia. A pelagem padrão se apresenta com coloração branca por todo o corpo, e cabeça vermelha ou escura. Fisicamente, são fortes, com excelente desenvolvimento físico. O corpo é comprido, profundo, com amplas e bem distribuídas massas musculares, características que determinam a aptidão dessa raça para a produção de carne.
  • Saanen – É uma cabra leiteira altamente produtiva, tem pelagem branca e pelos curtos. Caracterizam-se pelo seu grande porte. As orelhas são pequenas, os cascos amarelos-claros e a pele rosé. Os úberes são bem formados, com excelente produção leiteira.

LEIA MAIS: Pitanga, a pata que não gosta de água

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome