O casal não sabe de onde partiu a ligação do golpe, mas acredita que tenha sido de dentro da Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva).
Preso diz que colega de cela tem dois celulares e os usa para aplicar golpes (Foto: Alvaro Pegoraro/Arquivo FM)

A equipe diretiva da Penitenciária Estadual de Venâncio Aires (Peva) concluiu a instalação de telas sobre as grades de contenção das Galerias A e C da casa prisional. O equipamento foi colocado no local para evitar a receptação pelos presos de sucessivos arremessos de materiais ilícitos, que aumentaram depois que foram proibidas as visitas

A verba para a compra dos materiais totalizou R$ 2 mil, oriunda da Susepe e de doações. Para a instalação das telas, foi utilizada mão de obra prisional. O diretor da casa prisional, Fábio Machado, destaca que a instalação, aliada ao grande trabalho de vigilância desempenhado na Peva, resultará na diminuição significativa da entrada de objetos proibidos na casa prisional.

De acordo com Machado, “esses locais onde foram instaladas as telas eram considerados pontos críticos, por serem alvos constantes de arremessos e, com a reforma, evitamos o resgate desses materiais por parte dos apenados”.

Desde que as visitas foram canceladas, em 23 de março, Brigada Militar e agentes penitenciários apreenderam quase 6 quilos de drogas e alguns celulares.

LEIA MAIS

Segurança da Peva frustra mais uma tentativa de arremesso de drogas

Brigada Militar e agentes penitenciários evitam entrada de entorpecentes e objetos na Peva

Brigada Militar e Agentes da Susepe apreendem drogas nas imediações da Peva

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome