Lombadas eletrônicas agora possuem leitores de placas

-

As lombadas eletrônicas existentes nas rodovias do Rio Grande do Sul estão funcionando com nova tecnologia. Desde a zero hora da sexta-feira, 17, os equipamentos controladores de velocidade contam com a tecnologia OCR, que possibilita fazer a leitura das placas.

Esse sistema, também chamado de ‘dedo-duro’, é uma importante ferramenta dos órgãos de segurança. O dispositivo faz a leitura da placa e informa uma central em caso de veículo em situação de furto ou roubo. Assim que esse veículo passar por um posto policial ou for avistado por um guarnição, será interceptado.

De acordo com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), três contratos de lombadas eletrônicas voltaram à atividade na sexta-feira. Eles haviam sido paralisados temporariamente para a assinatura de um aditivo contratual que aprimora a atividade de fiscalização.

Os equipamentos medidores de velocidade que contam com o OCR estão instalados nas rodovias ERS-124, ERS-240, ERS-401, RSC-287, RSC-453, ERS-118, ERS-030, ERS-115, ERS-235, ERS-389, ERS-452, ERS 486, VRS-873, ERS-149, ERS-155, ERS-344 e ERS-509.

Em Venâncio Aires há apenas uma lombada em funcionamento e que agora conta com o ‘dedo-duro’. Ela está instalada no entroncamento da RSC-453 com o acesso aos bairros Macedo e Brands. O aparelho que funcionava no entroncamento da rodovia com o acesso ao bairro Battisti foi retirado no dia 25 de junho passado.

Na época, o Daer disse que a remoção ocorreu devido à inativação do equipamento, mas se uma análise da Empresa Gaúcha de Rodovias (EGR) apontasse a necessidade, a lombada poderia ser reinstalada. Por enquanto, o entroncamento segue sem a lombada, mas a EGR já esteve no local fazendo levantamentos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes