Bares, lancherias, confecções, restaurantes, farmácias e indústrias estão entre os mais visitados (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

Os fiscais municipais já vistoriaram mais de 500 estabelecimentos comerciais em Venâncio Aires desde que o primeiro decreto de calamidade pública, em razão da pandemia de coronavírus, foi anunciado pelo prefeito Giovane Wickert, no dia 20 de março. Bares, lancherias, confecções, restaurantes, farmácias e indústrias estão entre os mais visitados, pois segundo a coordenadora técnica da Secretaria da Fazenda, Daniele Mohr, a estratégia é priorizar os ramos de saúde e alimentação.

De acordo com ela, na maior parte dos casos houve apenas conversas com os proprietários e orientações. Mas também foram lavrados alguns termos circunstanciados e houve interdição cautelar, pelo período de 15 dias. Daniele argumenta que as ações continuam sendo realizadas diariamente, em especial no comércio da região central. Nos bairros e interior, fiscais passam e “vão parando quando evidenciam alguma necessidade”. A Brigada Militar dá suporte às ações dos profissionais.


“Considerando o momento excepcional pelo qual passamos, precisamos invocar o senso de responsabilidade coletiva da comunidade. Isso evitará as ações meramente opressivas.”

DANIELE MOHR – Fiscal de posturas


DENÚNCIAS E MÁSCARAS

Os fiscais municipais têm atuado tanto proativamente – buscando por situações em desacordo com o que está definido no decreto de calamidade pública -, quanto a partir de denúncias. “O nosso maior objetivo é orientar, não há predisposição de sair por aí aplicando sanções. Mas de forma alguma seremos omissos em nossas atribuições”, afirma a fiscal e coordenadora técnica da secretaria.

As equipes também têm máscaras à disposição, para o caso de alguma pessoa ser flagrada sem o item nas ruas. O uso de máscaras para prevenção ao coronavírus é obrigatório na Capital do Chimarrão desde o dia 27 de abril. “Nas abordagens, quando se verifica que algum cidadão não está utilizando o item, se faz a orientação e doação de uma máscara, pois há uma quantidade disponibilizada pelo poder público à população. As ações vão continuar enquanto a pandemia persistir”, comenta.

Táxis 

As equipes de fiscalização também estão atuando junto aos taxistas de Venâncio Aires, para que tomem os cuidados necessários no sentido de higienização dos veículos e uso de máscaras por motoristas e passageiros.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome