Base do monumento será no formato do mapa de Venâncio Aires (Foto: Divulgação)

Enquanto na Praça da Matriz a expectativa é pela retomada de uma obra, na Praça Evangélica um projeto novo deve ser iniciado ainda em novembro. Trata-se do Monumento à Bíblia, que será construído na esquina das ruas Tiradentes e Voluntários da Pátria.

De acordo com o setor de Licitações da Prefeitura, o edital para executar a obra será publicado no site da Administração Municipal na sexta-feira, 18. Será em formato de tomada de preços e interessados terão 15 dias para enviar propostas. “Ainda em novembro é a expectativa para começar a obra, se tivermos interessados ao certame”, informou o prefeito Giovane Wickert.

Orçada em R$ 42 mil – com recursos garantidos pelo Executivo e o Legislativo – , a obra é uma demanda antiga do Conselho de Ministros e Pastores Evangélicos de Venâncio Aires (Compev) e foi aprovado, em projeto de lei, em agosto. A ‘Bíblia gigante’ terá quase 3 metros de altura e ficará sobre uma base no formato do mapa do município.

OPINIÕES

Desde que foi aprovado pela Câmara de Vereadores, o projeto tem divido opiniões na cidade. Principal interessado, o Compev (composto por líderes pentecostais e neopentecostais) defende a obra e diz que a leitura da Bíblia deve fazer parte do hábito diário dos cidadãos.

O Compev quer que a Praça Henrique Bender, também conhecida como Evangélica ou da Bandeira, passe se chamar Praça da Bíblia. Essa alteração foi um dos pontos que desagradou a Comunidade Evangélica de Confissão Luterana. Em nota, os luteranos afirmaram que, mesmo sendo um monumento ao livro de todos os cristãos, foi ignorada a participação das comunidades luterana e católica. Além disso, o grupo também é contra o uso do dinheiro público.

Nas redes sociais, o assunto também já deu o que falar e houve até uma ação mais direta, como uma petição online, pedindo pelo respeito à laicidade de Estado e pelo zelo nos gastos públicos. O autor da petição, o jornalista Felipe André Kroth, confirmou que já encaminhou o assunto ao Ministério Público, onde tem uma reunião na próxima semana.

1 comentário

  1. É sabido que as religiões e crenças se modificaram muito e a que a supremacia das religiões tradicionais se esvaíram. Novas surgiram e hoje têm poder importante na sociedade. Isto, logicamente, precisa ser entendido, aceito e respeitado!
    Mas fazer um monumento à Bíblia retira a laicidade que o Estado deve ter e garantir à sociedade!
    É realmente decepcionante ver que este projeto foi adiante e que já será aberta a licitação.
    O município tem tantas outras prioridades… Investir dinheiro publico em um projeto que agrada somente uma parcela da comunidade de Venâncio é inaceitável!
    E o projeto arquitetônico é feio!
    Lamentável que este projeto seja uma das prioridades do nosso executivo e apoiado pelo legislativo!
    Decepção total com estes dois poderes que hoje são o poder político da nossa Venâncio!

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome