Reprovados em prova do Conselho Tutelar farão teste complementar

-

O baixo índice de aprovação na prova objetiva para concorrer às vagas de conselheiros tutelares de Venâncio Aires motivou a organização de um novo teste. A prova complementar será aplicada porque apenas quatro dos 28 candidatos que realizaram o certame no último domingo, 18, tiveram mais 70% de acertos.

Segundo a presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdica), Juliane Weiss Niedermayer, a legislação prevê que haja, no mínimo, 10 candidatos aprovados. “Isso é uma orientação nacional e junto com o Ministério Público (MP) avaliamos que é necessária nova prova. É preciso 10 candidatos, pelo menos, porque serão cinco titulares e cinco suplentes.”

Ainda conforme Juliane, os 24 candidatos aptos à prova complementar terão de conseguir 70% ou mais de acertos para seguir nas próximas etapas do processo.

Esse teste motivou alterações no calendário previsto. O teste psicológico e a capacitação, que ocorreriam dias 25 e 31, respectivamente, serão remarcados. As novas datas devem ser divulgadas ainda na semana que vem, já que o processo eleitoral também precisa de um tempo para acontecer e a eleição segue mantida para o dia 6 de outubro. “A data da eleição é imutável e uma definição nacional”, explica Juliane.

Nesse dia, que será um domingo, o processo eleitoral está previsto para ocorrer no ginásio da escola Cônego Albino Juchem. Como nas eleições gerais, haverá urna eletrônica e qualquer pessoa com título de eleitor em dia poderá votar.

PROVA

  • Conforme o edital publicado no site da Prefeitura, a prova complementar está prevista para a próxima terça-feira, 27, com início às 18h, na Secretaria Municipal de Educação. Para fazer o teste, os candidatos devem chegar 30 minutos antes do horário previsto.
  • A prova será aplicada por uma empresa de Porto Alegre e contemplará, por exemplo, temas como o Estatuto da Criança e do Adolescente, a política de Assistência Social e Saúde, e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação. Serão 63 questões objetivas.
  • O candidato deverá atingir 70% de aproveitamento para ser considerado apto a prosseguir no processo eleitoral. O resultado dos aprovados deve ser divulgado já no dia seguinte, 28.

MÍNIMO

Como foram quatro aprovados na primeira prova, neste teste complementar pelo menos mais seis devem atingir o aproveitamento. Se ainda assim não se conseguir o número mínimo de 10 para seguir com o processo seletivo, uma nova prova será realizada somente depois da eleição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes