Picada da fêmea do Aedes Aegypti transmite a dengue, além do zika vírus e da chikungunya (Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas)
Picada da fêmea do Aedes Aegypti transmite a dengue, além do zika vírus e da chikungunya (Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas)

A Vigilância Epidemiológica de Venâncio Aires recebeu nesta quarta-feira, 27, a confirmação de dengue em paciente que faleceu na semana passada em Venâncio Aires. O exame foi analisado no Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen).

A vítima, de 67 anos, era diabética, cardiopata e tinha obesidade. Ela morava em um dos bairros onda há confirmações de casos de dengue. Ela faleceu na sexta-feira, 22, e estava internada no Hospital São Sebastião Mártir (HSSM) desde o dia 16.

Este é o primeiro óbito pela doença causada pelo mosquito Aedes aegypti no município. Até esta quarta-feira, 141 pessoas já haviam positivado para dengue, em 215 testes já realizados no município. Destes, 57 resultaram negativo. Outros 17 aguardam o resultado de exames.

O município tem realizado diversas ações de combate ao mosquito transmissor da doença. Dedetizações, aplicações de produtos químicos e biológicos, roteiros semanais de recolhimento de materiais em desuso nos pátios pelos moradores, além disso, abrirá até o início da próxima semana o edital para contratação de mais dez agentes de combate a endemias.

LEIA MAIS: Dengue: frio chegando, mas cuidados devem ser mantidos o ano todo

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome