Foto: Divulgação

A semana iniciou com mobilização dos professores na região. De acordo com a diretora do 18º Núcleo Cpers/Sindicato Cira Kauffmann, no Vale do Rio Pardo, 70% da categoria, formada por professores e funcionários de escolas, paralisaram ontem, primeiro dia de mobilização. “Está um movimento grande e com possibilidade de aumentar ainda”, avalia.

Cira relata que um dos principais motivos para a realização da greve está associada ao fato de os professores estarem há cinco anos sem reposição salarial. “Nosso salário de hoje é o mesmo de novembro de 2014. Nem a inflação destes cinco anos foi colocada no nosso pagamento. Não bastasse isso, estar com o salário atrasado e parcelado, o governador Eduardo Leite enviou esse pacote para a Assembleia Legislativa, que atinge toda a educação”, observa.

Conforme a assessoria de imprensa do 18º núcleo do Cpers/Sindicato, nessa segunda-feira, 18, foi realizada a primeira reunião do grupo após deflagrada a greve contra o pacote do Governo do Estado. Diversos associados, tanto da ativa quanto aposentados, participaram da plenária para definir os rumos da luta na região.

Após formado o Comando de Greve, se definiu uma programação com atividades com o intuito de conscientizar a população e dialogar com a comunidade escolar. Hoje, às 9h, será instalada a Tenda da Resistência, com abaixo-assinado e conversa com a comunidade, na Praça Getúlio Vargas, em Santa Cruz do Sul. Também serão instaladas tendas em outros municípios.

Nesta terça-feira, 19, haverá uma reunião na Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul, às 16h30min, para discutir o pacote do governo estadual. Além disso, vão ser intensificadas as conversas com deputados da região. Edson Brum e Kelly Moraes participarão da plenária na quinta-feira, às 18h30min, também no Legislativo do município vizinho.

  • VENÂNCIO AIRES*

Monte das Tabocas: greve parcial a partir desta terça-feira. Decisão foi tomada em reunião, na noite da segunda-feira, 18.

Frida Reckziegel: paralisação total. Direção e professores fizeram uma reunião na noite de dessa segunda para conversar com alunos e famílias sobre os motivos de aderir à greve.

Zilda de Brito Pereira: aula normal hoje. Professores se reunirão no fim da tarde para discutir o assunto.

Mariante: aula normal hoje. Professores se reúnem depois das 17h para discutir o tema.

Cônego Albino Juchem: aula normal

Adelina Isabela Konzen: aula normal

Crescer: aula normal

Sebastião Jubal Junqueira: aula normal

Wolfram Metzler: aula normal

11 de Maio: paralisação parcial

Brígida do Nascimento: aula normal

Léo João Frölich: aula normal

Miguel Macedo de Campos: aula normal

Professora Helena Bohn: aula normal

São Luiz: aula normal

Cristiano Bencke: paralisação parcial

João Pádua da Rosa: aula normal

Nossa Senhora do Perpétuo Socorro: paralisação parcial

Professora Leontina: aula normal

Helmulth Lehmen: aula normal

Professor Pedro Beno Bohn: paralisação parcial

*Com informações da 6ª Coordenadoria Regional de Educação (6ª CRE)

  • MATO LEITÃO 

Em Mato Leitão, professores e funcionários do Colégio Estadual Poncho Verde, decidiram durante reunião no fim da tarde dessa segunda-feira, paralisar as atividades durante esta semana. Na sexta-feira, 22, o grupo volta a se reunir para avaliar a situação e decidir se continuam paralisados na próxima semana.

  • PASSO DO SOBRADO 

A Escola Estadual de Ensino Médio Alexandrino de Alencar (EEEM), de Passo do Sobrado, anunciou em nota que a partir desta terça-feira, 19, e por tempo indeterminado “os profissionais da educação lotados nesta instituição estarão aderindo à paralisação, tendo em vista os inúmeros desgastes que assolam a categoria. Temos certeza que as famílias estão ao nosso lado e apoiam com compreensão e solidariedade a nossa decisão”.

  • VALE VERDE

O diretor da escola Curupaiti (EEEM), Breno Pires Moreira de Vale Verde, informou que nesta terça-feira, 19, às 17h30min,  será feita uma reunião com os profissionais do educandário, para definir se aderem à paralisação ou não. Se a resposta for a favor de paralisar, irá acontecer a partir de quarta-feira, 20.

*Colaborou Claudio Froemming 

  • Texto atualizado às 17h05min para atualização de informações.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome