Fotógrafa realiza exposição ‘Focinhos de Amor’ com a Amigo Bicho

-

Uma exposição de encher o coração de alegria. Denominada ‘Focinhos de Amor’, o trabalho é oriundo de uma parceria entre a fotógrafa Leíne Bertotti e a Organização Não Governamental (ONG) Amigo Bicho de Venâncio Aires.

A fotógrafa, de 25 anos, conta que como já havia feito fotos de alguns filhotes que estavam para adoção, pensou que poderia ser uma ideia bacana contar a história de pessoas que adotaram os animais acolhidos pela Amigo Bicho. Ela conta que conversou com as integrantes da ONG que prontamente abraçaram a ideia. Inicialmente, a exposição era para ser física, no entanto, em função da pandemia, precisou ser virtual.

Sem previsão de volta para os eventos, a publicação das fotos ocorrerá ao longo desta semana, uma por dia. A primeira foi compartilhada na segunda-feira, 4, nas redes sociais da profissional e na página da Amigo Bicho. No momento, a ideia é publicar somente oito fotos com histórias de adoções marcantes, como a de cães que estavam há tempo para serem adotados ou aqueles que tem alguma deficiência, mas não está descartada a possibilidade de uma nova exposição ser realizada. “A intenção era incentivar a adoção, as meninas da ONG fazem um trabalho tão difícil sabe? Resgatar, cuidar, isso me inspira muito a exaltar o trabalho delas com a fotografia”, pontua a profissional.

Confira abaixo o primeiro relato:

“Oi! Eu sou o Gandalf, ou Gandalfinho para o íntimos. Sou o nenê da mamãe Fernanda e do papai Pablo, e mano mais novo do Bilbo.

A ONG soube que eu existia depois que uma titia pediu ajuda. Ela disse que nascemos embaixo de uma casa, em um dia de chuva e minha mamãe canina acabou ficando presa lá por dois dias.

Quando conseguiram nos tirar de lá, os humanos viram que só eu e minha irmãzinha, de sete filhotes, tínhamos sobrevivido.

Estávamos com 7 dias de vida quando as tias foram nos visitar e viram que a situação era bem complicada, talvez por trauma nossa mamãe não quis mais nos alimentar… Elas tentaram conseguir ajuda e no dia 30 de maio de 2019 conheci o amor da minha vida!
A mamãe Fernanda nos acolheu, cuidou e deu muito amor, mas infelizmente minha irmãzinha também virou anjinho. E o que era pra ser um lar temporário se tornou eterno no dia 1 de junho, quando fui adotado oficialmente pela mamãe Fernanda!

Esse mês eu completo um ano de vida, e também um ano com minha família que tanto amo. Nesse meio tempo eu já destruí móveis, calçados, fiz amizade com o mano Bilbo, fiz bagunça pelo apartamento todo e obriguei meus humanos a se mudarem para uma casa, mas eu não poderia ter encontrado uma família mais incrível. Se não fosse por eles eu poderia ter virado anjinho também…

Hoje eu tenho uma família, mas sei que muitos amiguinhos não tem a mesma sorte que eu.
Faça da adoção sua opção!

Com amor e lambeijos, Gandalfinho”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes