Folheando e Folha Cidadania foram lançados no dia 17 de março para apoiadores e parceiros, antes da pandemia do coronavírus vir à tona no País (Foto: Rosana Wessling/Folha do Mate)

Os dois principais projetos sociais da Folha do Mate, que envolvem escolas e comunidades estão suspensos, temporariamente, em função da necessidade de cancelamento das aulas e necessidade de isolamento em função do coronavírus. Os decretos dos governos estão sendo obedecidos e, quando houver o retorno, as ações serão reavaliadas, mas a intenção é que se realizem no ano.

De acordo com a coordenadora de projetos sociais da Folha, Jaqueline Caríssimi, as ações para este ano de 2020 estavam organizadas para serem levadas ao interior de Venâncio Aires. Seriam beneficiadas as localidades de Deodoro, Mariante, Centro Linha Brasil e Santa Emília, além do município de Mato Leitão.

Planejamento e organização em reunião, no início deste mês, com as representantes das escolas Jubal, de Vila Deodoro; São Luiz, de Santa Emília e Cristiano Bencke, de Centro Linha Brasil
(Foto: Taiane Kussler/Folha do Mate)

“Quando a situação se normalizar e as escolas retornarem, faremos uma avaliação da nova forma de continuidade dos projetos neste ano e, ainda, das abordagens e temas informativos e educacionais que possam vir a contribuir com a cidadania, educação e informação das pessoas que residem nas comunidades do interior. Por enquanto estamos com as ações suspensas, mas temos os nossos apoiadores e, com eles, voltaremos a redefinir os projetos, muito em questão do tempo de trabalho e do que pode ser feito em conjunto, depois deste período conturbado que a sociedade está vivendo”.

PROGRAMADOS

No dia 17 de março a Folha do Mate fez o lançamento oficial das propostas com a presença de apoiadores e parceiros. Reuniões de planejamento com os diretores de escola e com prefeito Carlos Bohn de Mato Leitão também já foram realizadas.Neste ano, assinam o Folheando e o Folha Cidadania a Prefeitura de Venâncio Aires, a Unisc, Soller, Sicoob, Lojas Bade e MaiguiBom.

Diretor da Folha do Mate Sérgio Klafke, a coordenadora de projetos sociais da Folha, Jaqueline Caríssimi, apresentando ao prefeito Carlos Bohn, a proposta que ocorreria em julho, em Mato Leitão (Foto: Divulgação)

Para Juliano Bernardi do Sicoob, os projetos vêm ao encontro com as novas praças de fomentação do Sicoob. “ Estamos lançando o crédito rural expandindo os negócios financeiros da Sicoob, queremos apresentar novos produtos, recursos e novos programas para o interior”, diz.

Parceira do Folheando e Cidadania desde 2007, a coordenadora da Unisc em Venâncio Aires, Andréia Haas avalia que percebe o quanto as escolas e comunidades do interior são carentes desse tipo de programação e o quanto participam dos eventos. “Acho importantíssimo o projeto no interior, vamos ser muito bem acolhidos e tenho certeza que a comunidade vai participar em grande número. Além disso, ela reforçou a grande atuação do projeto Conexão Unisc que levará 20 opções de oficinas para o Folheando e o serviço do técnico em enfermagem onde serão levados serviços à comunidade”, destaca Andréia.

A secretária municipal de Educação, Alice Theis ressalta que para um projeto chegar a décima terceira edição é porque ele é muito significativo para a comunidade. Porque aqueles projetos que acabam não falam o que a comunidade quer. “Sabemos da importância de um veículo de comunicação que participa, agrega e que trabalha com os nossos adolescentes, leva conhecimento, novidades. Parabenizo esse trabalho que promove conhecimento, auto cuidado, autoestima, e também faz com que a escola tenha um movimento saudável participativo e enriquecedor”.

A coordenadora de projetos sociais da Folha reforça que a retomada dos projetos vai depender da sequência e do andamento de questões que, neste momento, não podem ser avaliadas e que mudaram os rumos das propostas que estavam organizadas e de outras demandas sociais. “ Espero que o que o mundo está vivendo seja passageiro e que possamos , em breve, voltar a realizar as nossas ações da melhor forma”, destaca Jaqueline Caríssimi.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome