(Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

Desde esta segunda-feira, 3, está mais caro encaminhar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no Rio Grande do Sul. O reajuste anual das tarifas, que acompanha a Unidade de Padrão Fiscal (UPF), começou a valer no primeiro dia útil de fevereiro. O aumento é de 3,9% na comparação com o ano passado.

Primeira habilitação

  • Categoria B (carro): passa de R$ 2.270,76 para R$ 2.359,02
  • Categoria A (moto): passa de R$ 1.950,51 para R$ 2.026,26
  • Categorias AB (moto e carro): passa de R$ 3.608,54 para R$ 3.748,93

Renovação:

  • Para uso pessoal: passa de R$ 223,91 para R$ 232,67
  • Para exercício de atividade remunerada: passa de R$ 294,73 para R$ 306,26

Mais de 65 anos:

  • Para uso pessoal: passa de R$ 134,34 para R4 139,59
  • Para exercício de atividade remunerada: passa de R$ 176,83 para R$ 183,74

Categorias C, D e E

  • Passa de R$ 2.295,04 para R$ 2.384,57

Adição

  • Categoria A para uso pessoal: passa de R$ 1.159,87 para R$ 1.205,09
  • Categoria A para uso profissional: passa de R$ 1.230,69 para R$ 1.278,68
  • Categoria B para uso pessoal: passa de R$ 1.479,07 para R$ 1.536,75
  • Categoria B para uso profissional: passa de R$ 1.549,80 para R$ 1.610,34

 

 

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome