Entrega dos brinquedos contou com a presença dos artesãos, comunidade escolar e do coordenador do FGTAS/Sine de Venâncio Adriano Costa (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

Os 63 alunos da Escola Estadual de Ensino Fundamental (EEEF) Miguel Macedo de Campos, de Linha Herval, terão um fim de ano ainda mais colorido. Nessa terça-feira, 17, eles receberam de presente jogos confeccionados por integrantes da Casa do Artesão de Venâncio Aires. A produção, feita totalmente de forma manual, começou no fim de outubro e envolveu técnicas artesanais de pintura, costura, fuxico, apliquê, colagem e patchwork.

De acordo com a coordenadora da Casa do Artesão da Capital Nacional do Chimarrão, Cenir Luiza Angnes, aproximadamente 15 artesãos estiveram envolvidos com a confecção dos cerca de 70 brinquedos – jogo da velha, dominó, cinco-marias, naninhos e bonecas – entregues na escola. Ela explica que este é o primeiro ano em que a iniciativa é realizada e que a ideia é da coordenadora geral das casas de artesãos de todo o Rio Grande do Sul, Marlene Leal. As casas são vinculadas à Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS).

“Avaliamos de forma muito positiva essa ação. São trabalhos artesanais e, ao mesmo tempo, pedagógicos que vão resgatar brincadeiras mais antigas”, observa. Entre os artesãos que colaboraram com a realização do projeto a sensação é de gratidão e felicidade em poder colaborar com a instituição de ensino.

Todos os brinquedos foram confeccionados manualmente através do uso de técnicas de artesanato (Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

O sentimento de agradecimento é compartilhado pela diretora da EEEF Miguel Macedo de Campos, Rosvita Eleonora Emmel Martins. “É um momento importante e que valoriza a nossa escola. São brinquedos que estimularão as atividades lúdicas e poderão ser usados na sala de aula para ações de recreação, principalmente nos dias de chuva. Além disso, esses itens resgatarão a culturas do passado”, avalia. Frequentam a escola alunos de Educação Infantil, por meio de parceria com o Município, estudantes do 1º ao 5º ano na rede estadual.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome