Jarbas da Rosa (esquerda) exibe a ficha de filiação de Ciro Fernandes (Foto: Divulgação)

O vereador Ciro Fernandes anunciou na sexta-feira, 20, que deixou o PSC e foi para o PDT. A ficha do parlamentar foi abonada pelo presidente pedetista Jarbas da Rosa, que é também o pré-candidato da sigla à Prefeitura em outubro deste ano. “Queríamos fazer uma cerimônia com mais pompa, porque o vereador merece, pela destacada atuação no Legislativo. Mas, em tempos de coronavírus, temos que evitar reuniões e aglomeração”, disse Jarbas da Rosa.

Ciro Fernandes afirmou que as tratativas com o PDT vinham acontecendo há um bom tempo, e que a decisão de se filiar à legenda se deu em função da afinidade que tem com os vereadores do partido e demais integrantes. “A mudança de sigla era inevitável, pois com o fim das coligações, precisaria de um partido que me desse condições de buscar novo mandato. O PDT é grande, um dos maiores de Venâncio Aires”, justificou.

MAIOR BANCADA

Com a novidade anunciada por Ciro Fernandes, o PDT passa a ter a maior bancada da Câmara de Vereadores. Agora, ele se junta a Ana Cláudia do Amaral Teixeira, Tiago Quintana e Sid Ferreira, consolidando quatro vagas no Legislativo.

Na sequência vêm o PTB (Ezequiel Stahl, Gilberto dos Santos e Arnildo Camara) e o MDB (Izaura Landim, Helena da Rosa e André Puthin), com três parlamentares cada. O PSB tem duas cadeiras, ocupadas por Sandra Wagner. PSD (Nelsoir Battisti), Republicanos (Zé da Rosa) e o PL (Eduardo Kappel) têm um vereador.

POSSIBILIDADES

• O prazo para que vereadores troquem de partido sem prejuízo ao mandato encerra no dia 3 de abril. Entre os parlamentares de Venâncio Aires, há algumas possibilidades de movimento dentro deste período.

• Gilberto dos Santos (PTB) é quem está mais perto de anunciar uma mudança. Ele estaria muito próximo do MDB, mas também sofre assédio de outros partidos, especialmente o PSB, do prefeito Giovane Wickert.

• Outros vereadores especulados em relação a possíveis mudanças são André Puthin (MDB), Izaura Landim (MDB), Nelsoir Battisti (PSD) e Eduardo Kappel (PL). Puthin é sondado pelo PSDB e Kappel pode aparecer no PTB, de última hora. Battisti e Izaura só devem se movimentar em caso de oferecerem seus nomes à composição majoritária.

• O primeiro vereador a anunciar a mudança de partido foi Zé da Rosa, que deixou o PSD e se filiou ao Republicanos.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome