(Foto: Alvaro Pegoraro/Folha do Mate)

Circula nos grupos de WhatsApp um áudio do diretor técnico do Hospital São Sebastião Mártir (HSSM), médico Guilherme Fürst Neto, fazendo um chamamento aos médicos da casa de saúde e equipes técnicas para pacientes que chegam na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

No áudio, o médico fala que o hospital está no limite operacional para leitos de terapia intensiva. Na noite desta sexta-feira, 31, o nono leito de UTI Covid-19 foi aberto, enquanto o protocolo inicial havia projetado apenas oito.

Fürst alerta para a situação: “Tenho tentado manter todos tranquilos, mas hoje eu resolvi me manifestar porque a gente começa a chegar em uma situação bastante delicada. O hospital pode fechar a Emergência e transformar tudo em leitos UTI”, frisa o médico no áudio.

Além disso, o diretor técnico faz um reforço no pedido de proteção para as equipes técnicas e colegas de trabalho. “Cuidem-se, estejam atentos aos EPIs, cuidem das equipes, funcionários, exijam o uso correto dos EPIs, nós não podemos ficar doentes, não nesse momento.”

No áudio, Fürst também ressalta que o hospital tem mais pacientes internados na UTI do que no setor Covid. “Estejam atentos aos pacientes que têm fator de risco, sintomas prolongados, vamos internar eles antes.”

Conforme o médico, dos nove pacientes internados no setor Covid, seis são da Capital Nacional do Chimarrão, um de Vale Verde, um de Novo Hamburgo e um de Gravataí. A preocupação de Fürst é que se Venâncio Aires tiver mais um paciente com Covid e precisar de UTI será encaminhado para outro município que tenha hospital com vaga.

“Estamos no limite, nossa capacidade está acima da programada inicialmente. Não queremos chegar a esse ponto, mas se continuar assim vamos precisar fechar a emergência do hospital e transformar tudo em UTI”, alerta.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome