Cerco ao coronavírus

-

Passados mais de quatro meses desde o início da pandemia do novo coronavírus, as autoridades seguem em busca de informações técnicas que possam apontar a prevalência do vírus em Venâncio Aires e região. São pesquisas acerca dos casos confirmados, percentual de letalidade, assintomáticos e tantas outras, tudo para ser utilizado como base no planejamento de cerco à Covid-19, que se tornou uma indesejável, mas real, companhia de todos nós.

Na quinta-feira, 23, o governador do Estado, Eduardo Leite, anunciou que vai elevar em oito vezes a testagem no Rio Grande do Sul. O foco será para 30 municípios, com exames do tipo RT-PCR, que usam secreções da boca e do nariz para a identificação do vírus. Venâncio Aires está na lista e, embora ainda não saibamos quantos testes teremos à disposição, o que mais importa é a certeza de que, na nossa cidade, a população está tendo acesso à testagem e também ao atendimento, quando necessário.

O anúncio de Eduardo Leite se soma a outras duas importantes ações na Capital Nacional do Chimarrão. Uma é a testagem em massa da comunidade, confirmada pelo prefeito Giovane Wickert e que será iniciada nesta segunda-feira, 27, com um lote de 15 mil exames para aplicação. A outra é a pesquisa que será realizada em parceria entre o Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (Cisvale) e Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), que também vai contemplar Venâncio Aires e significa mais testes à disposição da comunidade.

A partir disso, a intenção é entender o comportamento da Covid-19, agir na prevenção e evitar uma disseminação em larga escala, característica do coronavírus em caso de inoperância no que se refere ao combate. Não é demais afirmar que Venâncio Aires está em posição favorável em relação a outros municípios, pois houve pioneirismo em muitas iniciativas deflagradas pelo poder público. A obrigatoriedade de uso de máscaras foi determinada bem cedo por aqui, os protocolos sanitários são fiscalizados com rigor e, com isso, está sendo possível manter, minimamente, a roda da economia girando.

Nesta segunda-feira, 27, começam a ser testados os profissionais da rede de saúde, além de sintomáticos e pessoas suspeitas, nas unidades de saúde. Durante a semana, também será realizada a capacitação dos profissionais da rede de saúde sobre os fluxos da Vigilância Epidemiológica e a interpretação dos testes. Entre os dias 3 e 7 de agosto, ocorrerá a testagem nas unidades de saúde e também em pontos estratégicos para pacientes sintomáticos, casos suspeitos e grupos de risco. No dia 8 de agosto teremos o Dia D da testagem, com uma ação especial da Secretaria de Saúde. E, a partir do dia 10 de agosto, haverá testagem em todas as unidades de saúde e pontos estratégicos para a população em geral.

Infelizmente, não conseguimos evitar perdas em razão da pandemia. A doença chegou de forma avassaladora e nos ‘arrancou’ pessoas queridas – pois a esta altura quase todo mundo conhece alguém vitimado pela Covid-19. O temor é pelo fato de estarmos diante de uma doença viral, para a qual ainda não há vacina nem remédio específico de cura. Mas, apesar de tantas coisas ruins que acompanhamos neste período, é de se ressaltar o que de bom está sendo feito.

Em Venâncio Aires, as pessoas da linha de frente do combate ao coronavírus estão demonstrando incrível dedicação para preservar vidas, mesmo que para isso tenham que arriscar as suas. Com o suporte do poder público, já podemos nos considerar exemplo no enfrentamento da pandemia. Embora combalidos pelas pessoas que foram vitimadas pela doença, em algum momento vamos acordar deste pesadelo, poderemos voltar a viver longe desta ameaça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes