Cascais: refúgio litorâneo perto de Lisboa

-

Por Ana Flávia Hantt*

Devido a sua posição geográfica, Lisboa pode oferecer temperaturas mais altas do que nós, brasileiros, geralmente imaginamos para as capitais europeias. No mês de maio, por exemplo, primavera no hemisfério norte, enquanto outras regiões ainda apresentavam temperaturas abaixo de 5°C durante a madrugada e ao amanhecer, Lisboa já mantinha os termômetros por volta dos 15°C a 20°C mesmo no início do dia.


Essa característica se transforma em um convite para visitar o litoral português – e uma das praias mais procuradas é Cascais, na região metropolitana de Lisboa. Conhecida como a ‘Riviera Francesa de Portugal’, é famosa por ser destino ou local de moradia para pessoas com alto poder aquisitivo. Não por menos, Cascais já foi destino de férias da família real do país. Além dos rochedos, fortalezas e palacetes, o balneário também é famoso por seu centro histórico, conhecido como Boca do Inferno. Vale também comer um gelato (sorvete de estilo italiano) enquanto se passeia no calçadão à beira-mar.


Para quem não alugou um carro na viagem à Lisboa, o transporte público oferece excelente custo-benefício. O trem – ou comboio – parte diariamente e com bastante frequência da Estação Cais do Sodré, na capital; Cascais é a última parada. A viagem de cerca de 30 minutos custa aproximadamente cinco euros.

Centro histórico da cidade, a uma quadra da praia, costuma ficar lotado nos dias mais quentes.

**[email protected]

Leia mais:

notícias variedades Folha do Mate

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes