Venâncio pode sediar casa de acolhimento regional para mulheres vítimas de violência

-

Será apresentado nesta quarta-feira, 15, em encontro da Associação dos Municípios do Vale do Rio Pardo (Amvarp), em Vera Cruz, projeto para criação de uma casa de acolhimento regional para mulheres vítimas de violência doméstica. A medida foi apresentada nesta terça-feira, 14, em entrevista ao programa jornalístico Terra em Uma Hora, da rádio Terra FM, pelas vereadoras Sandra Wagner (PSB) e Ana Cláudia do Amaral Teixeira (PDT), integrantes da Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Mulher do Legislativo da Capital do Chimarrão.

A meta é que que o local passe a funcionar ainda neste ano. Mais do que oferecer um espaço seguro para acolher essas mulheres, se buscará oferecer serviços de psicologia e assistência social, por exemplo. “É uma projeto para ser colocado em prática com urgência”, ressaltou a presidente da frente, Sandra. A vereadora Ana Cláudia lembrou ainda que o projeto já conta com o apoio do prefeito Jarbas da Rosa e o intuito é que esse local se situe na área central da cidade.

A intenção é que o aluguel e a contratação dos profissionais que atuarão no local sejam custeados pelas Prefeituras dos municípios do Vale do Rio Pardo. A proposição é que os recursos possam ser oriundos da própria Amvarp ou mesmo do Consórcio Intermunicipal de Serviços do Vale do Rio Pardo (Cisvale). Sandra destacou que no futuro é possível que um local próprio seja, inclusive, edificado em algum ponto estratégico de Venâncio Aires. Para isso, pode ser ser criado um movimento para captação de recursos das esferas estadual e federal.

Confira a entrevista:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques

Últimas

Exclusivo Assinantes