Vacinação contra gripe e Covid-19

Estamos entrando no outono e a temperatura ao longo do dia já começou a baixar. Pode-se dizer que nesta época se vive as quatro estações do ano. As temperaturas matinais já nos obrigam a buscar roupas mais quentes. Algumas horas mais tarde, ao meio dia, sob efeitos dos trinta graus centígrados, já ligamos o aparelho de ar condicionado ou o ventilador. Tudo isto exige do corpo humano uma capacidade de adaptação muito grande.

Nesta época as gripes e crises de asma já se fazem notar e por isto precisamos nos preparar para enfrentar melhor estas intercorrências de percurso do nosso dia a dia. Como sabemos, a gripe é causada por vários tipos vírus, sendo que o influenza é o que traz mais problemas. O seu quadro se caracteriza por febre, abatimento, dor no corpo e sintomas de vias aéreas, como tosse, coriza, espirros, obstrução nasal e dor de garganta. Cada vez mais, segundo algumas opiniões de especialistas, tipos de vírus com novas modificações são disseminados pela população em trânsito neste nosso mundo globalizado, onde deslocamentos intercontinentais se tornaram simples rotinas para milhões de pessoas. Uma gripe nova, surgida na Ásia pode chegar à Europa ou ao Brasil no final de uma viagem de 24 horas. A transmissão da doença ocorre pelo ar, através da respiração, da tosse e dos espirros de quem está doente. Aglomerações de pessoas em ambientes fechados aumentam a disseminação da doença. Um resfriado simples, que se caracteriza por congestão nasal e coriza, restringe-se à via respiratória superior e não costuma necessitar de grandes cuidados. Porém, uma gripe, costuma ter manifestações já mais sistêmicas, ou seja, além dos sintomas respiratórios, traz febre, tosse com muita expectoração e dor por todo o corpo. Ela geralmente desaparece depois de uma semana ou pouco mais. Nesta fase o tratamento deve ser feito com medicamentos para diminuir os sintomas e não se deve usar antibióticos.

Se o quadro persistir por mais tempo e estiver mostrando sinais de estar evoluindo para uma pneumonia, sinusite ou bronquite, principalmente em pessoas idosas ou com suas defesas imunológicas comprometidas será preciso procurar por uma avaliação e tratamento médico. Os sintomas também podem ser confundidos com os da Covid. Sempre que surgirem dúvidas, deve-se consultar um médico. Também aqui a prevenção se constitui no melhor tratamento: Fazer a vacina contra a gripe e a Covid e cuidar bem da saúde do corpo como um todo. Aliás, por falar em vacinas, elas já começaram a ser disponibilizadas.

LEIA MAIS:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques