A um mês do acendimento da Chama Crioula

Acendimento, neste ano, ocorrerá na cidade de Tenente Portela (crédito: Beatriz Colombelli/Arquivo Folha do Mate)

Nos dias 16 e 17 de agosto, o Rio Grande do Sul segue à pata de cavalo para Tenente Portela. É lá, no noroeste do estado, na 20ª Região Tradicionalista (20ª RT), que ocorrerá a 72ª Geração da Chama Crioula e distribuição das centelhas para as 30 Regiões do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG).

ORGANIZAÇÃO

Os portelenses estão se organizando para receber cerca de três mil visitantes, segundo divulgado no site da prefeitura de Tenente Portela. Palestra sobre ‘A Chama Crioula, sua História e seu Legado, foi realizada com a vice-presidente de Cultura do MTG, Mirelle De Faria Hugo, nos dias 12 e 13, para professores e alunos do município, envolvendo cerca de mil participantes. À frente da organização estão, o presidente do evento Régis Carniel; coordenador da 20ª RT, Junior Voos; o campeiro Evandro de Borba, e a comissão responsável para bem receber os visitantes e tradicionalistas.

VENÂNCIO AIRES

A exemplo de anos anteriores, a Capital do Chimarrão se faz presente, com a cavalgado do Centro de Tradição Gaúcha (CTG) Erva-Mate, que neste ano chega à 32ª edição, e homenageia José Pedro Schuh – Zé Schuh (in memoriam). De acordo com o coordenador de cavalgadas da entidade, Décio Ehlert, neste ano, estará a seu lado na organização Charles Ribeiro e Rodrigo Schuh, o Digão.

Ehlert destaca que o grupo, composto por cerca de 12 cavaleiros, viaja no dia 15 de agosto – homens e animais em condução – e partem de Tenente Portela, com a centelha ainda no sábado, dia 17 de agosto. A previsão de chegada à Capital do Chimarrão será no dia 29 de agosto, após percorrer 400 quilômetros, à pata de cavalo.

24ª REGIÃO TRADICIONALISTA

Coordenador de Cavalgadas da 24ª RT, e integrante da Ordem dos Cavaleiros do Rio Grande do Sul (Orcav), Davi Musskpoff, destaca que neste ano quatro cavaleiros partem da Região, sem apoio como faziam os tropeiros antigamente, somente com cargueiros. Eles partem no dia 7 de agosto e devem percorrer 780 quilômetros, de ida e volta. No retorno, também, a cavalo a comitiva estará composta por cerca de 30 integrantes da Região.


PROGRAMAÇÃO

Sexta, 16 de agosto

8h – Recepção

9h – Geração da Chama Crioula

11h – Cavalgada do Tenente Mário Portela

13h – Almoço

Sábado, 17 de agosto

9h – Distribuição da Centelha da Chama Crioula

11h30min – Partida das Delegações

12h30min – Almoço


 

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome