As maiores causas de morte

Sempre que falamos em dicas de saúde pensamos em maneiras de melhorar nossa qualidade de vida e conseqüentemente nossa sobrevida. Entretanto, o ser humano sempre é muito complicado, visto que, geralmente age antes e pensa depois. Se analisarmos as oito causas de morte mais freqüentes nos Estados Unidos, verificamos que a maioria pode ser prevenida, basta que se toma algumas medidas adequadas.

Vejamos o que está acontecendo:

As doenças cardíacas e vasculares geralmente estão relacionadas a uma alimentação inadequada, sobrepeso, tabagismo, pressão alta e a uma vida com muito stresse.

O câncer vem a ser a segunda maior causa de morte. Em alguns casos pouca coisa tem por ser feito. Entretanto, na maioria das vezes, alguns cuidados de fácil execução poderiam, ou prevenir totalmente a doença ou pelo menos aumentar em 3 a 4 vezes o tempo de sobrevida, depois da instalação do quadro.

As doenças pulmonares crônicas podem estar associadas a fatores alérgicos como no caso dos asmáticos, entretanto, na maioria das vezes estão relacionados a fatores comportamentais. Assim, há aqueles que trabalham em ambientes muito poluídos, sujeitos à inalação de partículas de poeiras ou resíduos ou os fumantes, os quais, devido a um hábito que não traz qualquer benefício para o organismo humano e sim, apenas prejuízo, terminam destruindo seu pulmões ao longo de anos de inalação ativa ou passiva de resíduos do cigarro.

Somente os acidentes de trânsito levam mais de quarenta mil vidas por ano no Brasil. Temos ainda os acidentes de trabalho, os acidentes domésticos vítimas de armas de fogo e tantos outros mais. Fala-se em sessenta ou setenta mil vítimas ao ano. Em tudo isto geralmente pode ser identificado um comportamento de risco ou de falta de cuidados da parte das vítimas.

As gripes e as pneumonias ceifam muitas vidas, especialmente entre as crianças e a população com idade mais avançada. A vacinação ou alguns cuidados poderiam prevenir muitas destas complicações graves.

Alguns hábitos como o consumo excessiva de açúcar, faz com que o número de diabéticos aumente cada vez mais. O excesso de consumo de refrigerantes e de outras doçuras acelera a instalação deste quadro.

Nossa população, principalmente a mais jovem, esta adotando um comportamento cada vez mais promíscuo, com as constantes trocas de parceiros ou parceiras, associado ao hábito de não usar preservativo nas relações sexuais. As doenças sexualmente transmissíveis e a AIDS passaram a encontrar novas vítimas com uma freqüência assustadora.

A cirrose hepática passou a ser a nona causa mais freqüente de morte nos EEUU. O consumo cada vez mais precoce de bebidas alcoólicas parece ser uma das causas deste problema.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome