Relembrar a vacinação contra gripe

Os meios e comunicação há muito tempo já estão divulgando a campanha de vacinação. Pessoas com mais de sessenta anos, crianças pequenas e portadores de doenças crônicas ou com comprometimento imunológico têm indicação de se submeterem à vacinação.
Não podemos esquecer que o vírus das nossas gripes que é mais conhecido como INFLUENZA é um especialista em mudar de identidade. Também desta forma troca de detalhes praticamente a cada 3 anos no nosso organismo. E ainda, de tempos em tempos apresenta uma mudança radical causando as chamadas supergripes, que muitas vezes terminam matando milhares ou até milhões de pessoas. Assim, a chamada gripe espanhola, que matou 20 milhões de pessoas, foi provocada por um vírus chamado H1N1.
Um dos fatores que aumenta a disseminação do vírus da gripe é o fato de as pessoas no inverno se juntarem mais e se fecharem nas suas casas. Isto facilita a propagação do vírus suspenso no ambiente.
Felizmente as pessoas já aceitaram a ideia da vacinação e estão aderindo melhor aos programas de prevenção e, diga-se de passagem, que ainda há tempo para vacinação contra o INFLUENZA. A vacina leva cerca de 2 semanas para fazer efeito. Mesmo assim, quem não aproveitou a campanha para a vacinação do sábado passado, ainda pode recuperar o tempo perdido.
No Brasil costumamos ter dois surtos de gripe, um no início do outono (abril, maio) e outra no meio do inverno. A imunização é feita com os vírus que circularam o ano anterior e que provavelmente trazem boa semelhança com os que estarão atacando neste inverno. A vacinação porém não é absolutamente garantida. Assim, sempre há o risco da medida preventiva falhar.
O fato de muitas pessoas vacinadas desenvolverem um quadro gripal se deve ao surgimento de novos tipos de vírus, mas que não representa mais de 20% da população imunizada. Mas mesmo assim, deve-se considerar as boas chances de dar certo. Quanto aos efeitos colaterais, estes são pequenos. Os mais comuns são febre ou uma leve dor no local da aplicação da vacina.
Portanto, é bom salientar que, apesar de já estarmos em maio, ainda é tempo para procurarmos um local de vacinação para que possamos nos prevenir desta doença tão desagradável causada pelo vírus INFLUENZA.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Destaques