Primeira pesquisa

Jarbas da Rosa (PDT) e Izaura Landim (MDB) largam com uma vantagem considerável em relação a Giovane Wickert (PSB) e Celso Krämer (PTB) na corrida pela Prefeitura. É o que mostra a primeira pesquisa encomendada pela Folha do Mate ao Instituto Methodus.

As entrevistas realizadas com 400 eleitores, entre os dias 28 e 30 de setembro, colocam a chapa de oposição ao atual governo, no cenário estimulado (quando são apresentados os nomes dos candidatos), com 46,4% das intenções de voto. Já a dupla que tenta a reeleição aparece com 21,9%.

Na modalidade espontânea (quando não são apresentados os candidatos), Jarbas lidera com 29,3% e Giovane tem 13,5%. A margem de erro é de 4,9 pontos percentuais, para mais ou para menos, com índice de confiança de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral sob o número RS-06131/2020.

DISTÂNCIA SURPREENDE

A considerar o ‘taco a taco’ registrado na eleição de 2016, quando Jarbas e Giovane também eram os protagonistas e o socialista venceu por diferença de 254 votos, a distância entre os candidatos, neste primeiro levantamento, é surpreendente.

Porém, como destaca o diretor do Instituto Methodus, José Carlos Sauer, é o início da campanha eleitoral liberada e os debates e a prestação de contas podem provocar mudanças – ou não – nos números. Em que pese o fato de que Jarbas tem superioridade em vários bairros e boa parte do interior, a pesquisa espontânea traz um percentual de 52,6% de indecisos. Resumindo: Jarbas arranca na frente, mas não temos uma sentença sobre a eleição.

RAPIDINHAS

• Quase 85% das 400 pessoas entrevistadas pelo Instituto Methodus afirmaram que ainda não sabem em quem votar para vereador na eleição do dia 15 de novembro. De 12 nomes citados em pesquisa espontânea, só três dos 12 que concorrem à reeleição apareceram.

• Somados, os patrimônios dos candidatos a prefeito e vice de Venâncio Aires chega a R$ 6.657.913,07. Candidato a vice na chapa de situação, Celso Krämer (PTB) declarou R$ 3.842.000,00 em bens à Justiça Eleitoral. Jarbas da Rosa (PDT), ‘cabeça’ da chapa de oposição, informou R$ 1.969.157,07. Giovane Wickert (PSB), que busca a reeleição, declarou R$ 498.768,65. Já Izaura Landim (MDB), vice de Jarbas, tem patrimônio estimado em R$ 347.987,35.

Deixe um comentário

Digite seu comentário
Digite seu nome